Aralia – Descubra seus benefícios e usos.

Aralia, que tem o nome científico de Aralia racemosa, é endêmica no leste dos Estados Unidos, Butão, China, norte da Índia, Japão e Nepal. Pertencente à família Araliaceae do ginseng, ela também pode ser chamada de nardo americano, nardo indiano, raiz de almíscar, valeman, balchadi e jatamasi em hindi e gan song em chinês.

No Antigo Testamento da Bíblia, diz-se que a aralia é uma dos principais ingredientes do incenso que foi queimado no templo sagrado de Jerusalém. Nas tradições islâmicas, a aralia foi escrita como o fruto proibido que Adão comeu no Santo Jardim do Éden contra a vontade de Deus.

A Europa medieval via a aralia como a principal adição à mistura de especiarias que compõe o hypocras, uma bebida de vinho adocicada. Tribos indígenas americanas, por outro lado, o têm usado para fins medicinais, que incluem repelir pulgas, dando-lhe o apelido de pulga.

Lista de nutrientes conhecidos

  • Beta-Eudesmol
  • Beta-Sitosterol
  • Calarene
  • Caroteno
  • Ácido clorogênico
  • Elemol
  • Óleo essencial
  • Ácido ferúlico
  • Ácido Jatamanshico
  • Jatamansone
  • Cetonas
  • Lupeol
  • Octacesanol
  • Ácido oleanólico
  • Resinas
  • Amido
  • Ácido Sirínico
  • Taraxerone
  • Terpenóides
  • Ácido ursólico
  • Virolin
  • Óleo essencial volátil

Usos medicinais para Aralia

Aralia tem propriedades antiinflamatórias, podendo ajudar a aliviar as sensações de queimação e dor causadas por inflamações no corpo.

Já com suas propriedades adaptogênicas, a Aralia é capaz de ajudar a regular a pressão arterial.

A planta é boa para resolver problemas de controle dos musculos, pois, alivia os sintomas de epilepsia, convulsões e vertigens.

Com suas propriedades antissépticas, isto a torna um bom tratamento para problemas de pele.

Sistemas benefíciados por Aralia

Sistema nervoso é o primeiro a dá as boas vindas, devido a planta ser capaz de ajudar a tratar distúrbios neurológicos e problemas de humor, como doença de Alzheimer, convulsões, depressão, tonturas, epilepsia, dor de cabeça, histeria e estresse, e melhora as funções cognitivas.

O sistema cardiovascular é próximo, ja que a Aralia ajuda a reduzir os riscos de contrair aterosclerose e outras doenças cardíacas.

Ademas os sistemas reprodutivos masculino e feminino também são beneficiados pois ela ajuda a lidar com inadequações sexuais e corrigir a impotência. Também elimina a amenorreia, promove a menstruação e proporciona um efeito de limpeza ao útero.

Assim como a Aralia faz bem para o sistema cardiovascular, ela também faz bem para o sistema circulatório cuidando dos problemas renais e estimulando a produção adequada de urina.

No sistema digestivo, ela previne o inchaço e a gastrite, que é uma inflamação do revestimento do estômago. Ela igualmente alivia os sintomas de problemas no trato digestivo e pode ser usada para tratar constipação, flatulência e indigestão.

Já no sistema respiratório, ela alivia a tosse e a asma.

Finalizando no sistema excretor, já que pode prevenir o aparecimento de hepatite e aumento do fígado.

DICAS DE USO

Aralia, por ter um sabor parecido com o de alcaçuz, costuma ser usada como substituto da salsaparrilha, um tipo de bebida mais suave feito da planta Smilax regelii. Ela também pode ser tomado como chá.

No entanto, ela não pode ser ingerido por mulheres grávidas ou lactantes.

VEJA MAIS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *