Farinha de cevada – Descubra sua Origem, benefícios, nutrientes e usos.

A farinha de cevada, um tipo de farinha que vem da cevada seca e moída, contém glúten. Encontra sua popularidade na confeitaria, já que seu sabor suave e a nozes fazem sucesso entre os amantes de doces e tortas.

    Existem diferentes tipos de cevada uma delas é o capim-cevada, uma muda da planta, e geralmente é colhida cerca de 200 dias após a germinação. É rico em clorofila, o que auxilia na desintoxicação do corpo. A cevada descascada, também chamada de cevada coberta, leva muito tempo para ficar de molho quando usada na culinária.

    A cevada de pérola, um produto comum que é vendido em supermercados, é um ingrediente presente na maioria dos cereais matinais e lanches. Água de cevada é aquela que você deve tomar quando seus rins e bexiga precisam de medicamentos.

Lista de nutrientes conhecidos

Usos medicinais para farinha de cevada

    A farinha de cevada é essencial para manter a atividade celular adequada no corpo, particularmente na formação de hemoglobina e glóbulos vermelhos.

    A farinha de cevada pode ajudar as pessoas a controlar seus níveis de glicose no sangue, especialmente aquelas que já têm diabetes tipo 2. Ela também tem antioxidantes que lutam contra os radicais livres prejudiciais, que causam a mutação de células saudáveis ​​em tumores cancerígenos. É especificamente produtos contra câncer de mama e outros cânceres hormonais.

    Na verdade, um estudo publicado na edição de dezembro de 2006 da Nutrition Research mostrou que homens resistentes à insulina que comiam regularmente alimentos ricos em fibras solúveis de beta-glucana conseguiram reduzir seus níveis de glicose e insulina.

Sistemas corporais suportados por farinha de cevada

    A farinha de cevada é boa para o sistema digestivo. Ela tem um alto teor de fibra alimentar, proporcionando à cevada a capacidade de se tornar uma fonte de combustível para as bactérias amigáveis ​​em nosso intestino grosso, proporcionando efetivamente um cólon saudável. Ajuda a regular o movimento do intestino e a manter o estômago limpo e reduzindo o risco de câncer de cólon.

    Ela é boa para o sistema excretor. Além disso, ela protege o corpo contra a formação de cálculos biliares. Reduz a secreção de ácido biliar, tornando o corpo mais suscetível à sensibilidade à insulina e reduzindo os níveis de triglicerídeos. De acordo com o American Journal of Gastroenterology, as mulheres que participam de uma dieta fibrosa têm uma chance 17 por cento menor de desenvolver cálculos biliares em comparação com outras mulheres que não comem alimentos ricos em fibras.

    A farinha de cevada é boa para o sistema esquelético. É rico em cálcio, essencial para a saúde óssea, sendo também,  rico em manganês que é importante para a produção óssea adequada, bem como para compensar os efeitos da anemia ferropriva.

    A farinha de cevada é boa para o sistema cardiovascular. Ajuda a prevenir o aparecimento de doenças cardíacas, como doenças coronárias.

    A farinha de cevada é boa para o sistema respiratório. Ela protege o corpo contra doenças respiratórias como a asma.

Dicas de uso da farinha de cevada

    A farinha de cevada adiciona um sabor doce de nozes a guloseimas farinhentas, como panquecas, pão de banana, pão de canela, muffins e scones.

veja mais em:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *