Maria-Pretinha: BlueBerry brasileira – Descubra seus benefícios e usos.

A Maria-Pretinha, que tem o nome científico de Solanum nigrum e pertence à família Solanaceae, é uma planta perene cultivada no sul e norte da Inglaterra e, às vezes, na Escócia. De vez em quando ela é chamada também de erva-moura de jardim ou beladona negra.

As flores da maria-pretinha são agrupadas em cachos no final dos ramos ligados direto aos caules principais. Seus frutos, que costumam crescer no final do verão ao outono, lembram bagas pretas com uma superfície muito polida como se fossem artificiais. Suas folhas são macias e finas, em forma de flecha e podem ter textura lisa ou peluda, dependendo da variedade.

Thomas Culpeper, amigo de Henrique VIII e parente de Anna Bolena e Catherine Howard, disse que a beladona negra não deve ser confundida com a beladona mortal, e assim começou a chamar a antigo frutinha de insignificante, observando: “Não confunda a mortal beladona com esta, se você não conhece ambas, pode deixá-las em paz. “

A maria-pretinha era usada no século XIV como suplemento ao vinho como tratamento para hidropisia, que é um excesso de líquido nas cavidades ou tecidos do corpo.

Outras variedades de plantas da família Solanaceae são usadas para alimentação. Por exemplo, o sândalo indiano (Santalum album) e a berinjela etíope (Solanum aethiopicum) que são populares na China e no Japão. Os peruanos comem pepino (Solana muricatum) e naranjilla (Solanum quitoense), enquanto a cocona (Solanum sessiflorum) é uma fruta considerada uma iguaria no Brasil.

Lista de nutrientes conhecidos

  • Cálcio
  • Fósforo
  • Vitamina A

Usos medicinais da Maria-Pretinha

Na Boémia, uma região no oeste da República Tcheca, a maria-pretinha é colocada nos berços dos bebês para induzir o sono.

Ela tem propriedades diaforéticas, o que significa que podem induzir o suor, uma coisa boa para pessoas que estão tentando perder a febre por meio do aumento da temperatura corporal. Acrescentando um ou dois grãos de folhas em água fervente e a planta pode se tornar um sudorífico instantâneo. Também pode ser usado para tratar tosses.

A maria-pretinha tem propriedades anti-inflamatórias, podendo ser usada para tratar queimaduras, úlceras e gota quando aplicada topicamente.

Com propriedades purgativas, ela pode ser usada para se livrar de um caso grave de micose e aliviar dores de ouvido.

Ela ainda tem propriedades hepatoprotetora, significando seu poder de prevenir o aparecimento de doenças que afetam o fígado. Além das propriedades antibacterianas e antiespasmódicas.

Benefícios da Maria-Pretinha para o nosso corpo

A maria-pretinha pode ser um tratamento bastante eficaz para doenças cutâneas, basicamente nos distúrbios que afetam o sistema tegumentar – o sistema que protege o corpo contra danos como perda de água ou abrasão – que incluem pele, cabelo e unhas.

Boa para o sistema cardiovascular. Há muito tempo é considerado um tônico cardíaco.

Excelente para o sistema digestivo. Atuando como um laxante natural, induzindo assim a evacuação regular.

Dicas de Uso.

A Maria-pretinha pode ser usada como enxaguante bucal, para isso basta ferver as folhas e gargarejar os sucos delas para assim você ter o seu hálito com cheiro e o frescor de menta depois. Seus frutos podem ser cozidos ou comidos à mão. Suas folhas também são comestíveis e podem ser consumidas como vegetais ou adicionadas a ensopados ou sopas. Estima-se que mais de dois bilhões de pessoas no mundo comem a maria-pretinha e a incorporam em suas dietas diárias.

VEJA MAIS:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *