Varfarina: usos, riscos à saúde e efeitos colaterais

A varfarina é uma droga anticoagulante usada para prevenir a formação ou o aumento de coágulos no sangue do paciente e em seus vasos sanguíneos. O medicamento é prescrito para indivíduos com certos tipos de batimentos cardíacos irregulares, aqueles com válvulas cardíacas protéticas (por exemplo, de substituição ou mecânicas) e pacientes que já tiveram um ataque cardíaco.

Além disso, a varfarina pode ser usada para prevenir ou tratar doenças como trombose venosa (inchaço e coágulo de sangue em uma veia) e embolia pulmonar (coágulo de sangue no pulmão).

Riscos de saúde conhecidos ou efeitos colaterais da varfarina

A varfarina causa efeitos colaterais comuns relacionados a sangramento anormal. Esses efeitos colaterais podem incluir:

  • Sangramento nas gengivas;
  • Urina marrom ou rosa;
  • Tosse com sangue;
  • Cortes que demoram muito para parar de sangrar;
  • Sangramento menstrual ou vaginal mais intenso do que o normal;
  • Hemorragias nasais;
  • Fezes vermelhas ou pretas;
  • Hematomas incomuns (por exemplo, hematomas que aumentam de tamanho ou hematomas inexplicáveis);
  • Vômito de sangue / vômito que se parece com borra de café.

Você deve procurar atendimento médico imediato se sentir efeitos colaterais graves, como:

  • Síndrome dos dedos dos pés roxos: os sintomas podem incluir dor e os dedos dos pés ficando roxos ou de cor escura;
  • Morte do tecido da pele: pode ocorrer se coágulos de sangue se formarem e bloquearem o fluxo sanguíneo para uma área do corpo. Os sintomas podem incluir dor ou quaisquer alterações na cor ou temperatura de qualquer área do corpo.

Órgãos que podem ser afetados pela varfarina

Uma overdose de varfarina pode causar complicações como sangramento excessivo. Tomar o anticoagulante também pode causar uma reação alérgica. Os sinais de uma reação alérgica ao medicamento podem incluir dificuldades respiratórias; urticária; ou o inchaço da face, lábios, língua ou garganta.

Alimentos ou nutrientes que têm efeitos semelhantes à varfarina

Os seguintes alimentos ou nutrientes, que são anticoagulantes naturais, têm efeitos semelhantes à varfarina:

  • Pimenta-caiena: possui salicilatos, um ácido natural. A aspirina (ácido acetilsalicílico – AAS) é um derivado sintético do salicilato e um poderoso anticoagulante. Se você não gosta muito de alimentos picantes, tome cápsulas de pimenta-caiena. A especiaria também pode ajudar a baixar a pressão arterial, aumentar a circulação e reduzir as sensações de dor;
  • Alho: tem propriedades antibióticas e antimicrobianas naturais. Estudos também mostram que o alho em pó inodoro tem atividades antitrombóticas. Um agente antitrombótico é uma substância que pode ajudar a reduzir a formação de coágulos sanguíneos. Não tome altas doses de alho pelo menos sete a 10 dias antes de uma cirurgia planejada;
  • Gengibre: é um antiinflamatório que pode impedir a coagulação do sangue. Ele também contém salicilato. Use gengibre fresco ou seco ao cozinhar para aproveitar os efeitos anticoagulantes dos salicilatos naturais;
  • Cúrcuma: também conhecida como açafrão, tem um ingrediente ativo chamado curcumina com propriedades antiinflamatórias e de diluição do sangue. Consumir açafrão diariamente pode ajudar a manter o estado anticoagulante do sangue.

Opções de tratamento e gerenciamento para os efeitos colaterais da varfarina

Consumir alimentos ricos em fibras pode ajudar a prevenir os efeitos colaterais associados à varfarina, como sangue nas fezes. Você precisa de fibras em sua dieta porque elas promovem fezes moles e fáceis de eliminar.

Uma dieta rica em fibras também reduz o risco de fezes com sangue causadas por prisão de ventre e hemorróidas. Se você está constipado, pode ter evacuações infrequentes ou evacuar fezes duras e pequenas. Hemorróidas são veias inchadas dentro ou fora do ânus.

Alimentos ricos em fibras incluem:

  • Frutas (por exemplo, peras e framboesas);
  • Leguminosas;
  • Nozes;
  • Legumes (por exemplo, alcachofras, cevada e vegetais verde-escuros);
  • Pão integral e macarrão.


As mulheres devem consumir pelo menos 25g de fibra diariamente, enquanto os homens devem consumir pelo menos 38g.

Você também pode gostar

Curcumina – Conheça os benefícios dessa especiaria medicinal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *