Clopidogrel: usos, riscos à saúde e efeitos colaterais

Clopidogrel: usos, riscos à saúde e efeitos colaterais

O Clopidogrel é um medicamento antiplaquetário utilizado para prevenir a formação de coágulos sanguíneos. O medicamento geralmente é prescrito para um paciente que teve um ataque cardíaco ou derrame. Podem formar-se coágulos sanguíneos devido a certas doenças do coração ou dos vasos sanguíneos.

O Clopidogrel também pode ser administrado a indivíduos com angina instável ou doença arterial periférica.

Riscos de saúde conhecidos ou efeitos colaterais do Clopidogrel

Clopidogrel pode causar efeitos colaterais comuns, como:

  • Hematomas;
  • Diarréia;
  • Eczema;
  • Uma febre;
  • Dor de cabeça ou nas articulações;
  • Coceira;
  • Uma erupção cutânea;
  • Vermelhidão da pele;
  • Problemas de paladar.

Você pode precisar de atenção médica imediata se sentir efeitos colaterais graves, como:

  • Problemas de equilíbrio, fala ou visão;
  • Fezes com sangue;
  • Urina sangrenta;
  • Confusão;
  • Tossindo sangue;
  • Dor forte no peito que se espalha para o braço, ombro ou mandíbula;
  • Febre;
  • Pele pálida ou icterícia / amarelecimento dos olhos ou pele;
  • Manchas roxas ou vermelhas sob a pele;
  • Uma hemorragia nasal;
  • Vômito que parece borra de café;
  • Uma dormência ou fraqueza repentina (especialmente em um lado do corpo);
  • Uma dor de cabeça repentina;
  • Sangramento incomum na boca, reto ou vagina;
  • Fraqueza.

Lista de órgãos que podem ser afetados pelo Clopidogrel

O uso de Clopidogrel pode causar complicações como uma reação alérgica. Os sinais de uma reação alérgica podem incluir dificuldade em respirar; urticária; ou o inchaço da face, lábios, língua ou garganta.

Alimentos ou nutrientes que têm efeitos semelhantes ao Clopidogrel

Os seguintes alimentos ou nutrientes têm efeitos semelhantes ao Clopidogrel:

  • Alho: é frequentemente usado como um remédio natural para prevenir e tratar a aterosclerose (o endurecimento das artérias) e doenças cardíacas. O alho contém alicina e ajoene, que ajudam a evitar que as plaquetas se colem e formem coágulos. Além de suas ações antiplaquetárias, o alho pode reduzir o colesterol e a pressão arterial, que são cruciais para a saúde do coração;
  • Gengibre: pode funcionar como medicamentos antiplaquetários. Tome pelo menos uma colher de chá do tempero para aproveitar esse benefício. Quando consumido diariamente, o gengibre pode minimizar a “viscosidade” das plaquetas;
  • Ginkgo biloba: pode ajudar a tornar o sangue mais fino, evitando a coagulação excessiva das plaquetas. O Ginkgo inibe o fator de ativação plaquetária (PAF), uma substância química que estimula a coagulação do sangue e a formação de coágulos;
  • Cúrcuma: também atua como medicamentos antiplaquetários e pode reduzir a tendência do sangue de formar coágulos. A cúrcuma tem curcumina, um componente que pode interromper a agregação plaquetária.

Opções de tratamento e gerenciamento para os efeitos colaterais do Clepidogrel

Os seguintes tratamentos e opções de gerenciamento podem ajudar a prevenir os efeitos colaterais associados ao Clopidogrel, como diarreia:

  • Óleo de semente preta (Nigella sativa): costuma ser usado para tratar diversos problemas de saúde, como asma, cólicas, prisão de ventre, diarréia e gases. Para tratar a diarreia, adicione uma colher de chá de óleo de semente preta a uma xícara de iogurte natural. Consumir a mistura duas vezes ao dia até que os sintomas de diarreia desapareçam. Se seus sintomas não melhorarem após três a quatro dias, consulte um profissional de saúde;
  • Sopa de cenoura: é um alimento volumoso com efeitos antidispépticos. A sopa de cenoura pode ajudar na recuperação, uma vez que contém nutrientes essenciais que podem ser perdidos durante a diarreia. Para fazer sopa de cenoura, lave, raspe e pique 500 g de cenouras. Cozinhe a pressão as cenouras com cerca de meia xícara de água por pelo menos 15 minutos. Escorra o líquido e adicione um pouco de sal a gosto. Consuma a sopa fresca diariamente por vários dias se tiver diarréia;
  • Líquidos claros: a diarreia pode causar desidratação. Mantenha-se hidratado bebendo cerca de oito copos de água. Você também pode consumir caldos claros, água de coco e sopas de vegetais. Evite bebidas ácidas (por exemplo, suco de tomate e frutas cítricas), alcoólicas e com cafeína.

Você também pode gostar

Varfarina: usos, riscos à saúde e efeitos colaterais

Curcumina – Conheça os benefícios dessa especiaria medicinal

Luisa Costa

Veja Notícias

Outros artigos

Asiatic Dating Practices

Asian dating conventions are deeply rooted in traditions and shaped by church and family, but they are also changing to reflect contemporary trends. To develop endur...

Ler artigo