Enxaqueca: causas e 12 estratégias naturais

Provavelmente, você tem enxaquecas de vez em quando ou com frequência, ou conhece alguém que tem enxaqueca regularmente. Um em cada quatro lares nos Estados Unidos tem pelo menos um membro com enxaqueca. A cada dez segundos, alguém vai ao pronto-socorro com algum tipo de dor de cabeça, na maioria das vezes, com crise aguda de enxaqueca.

A enxaqueca é mais do que apenas uma dor de cabeça. Eles são caracterizados por dor intensa e sintomas neurológicos incapacitantes. Se você tem enxaquecas, sabe como é importante encontrar remédios naturais que realmente funcionem para o alívio e a prevenção. Meu objetivo é ajudá-lo a lidar com suas enxaquecas naturalmente e a ter uma vida saudável e sem dor que você merece.

Neste artigo, você aprenderá o que são enxaquecas, seus tipos, sinais e sintomas comuns e as principais causas. Você aprenderá a diferenciar a enxaqueca de outros tipos de dor de cabeça. Também compartilharei 12 estratégias de suporte natural para reduzir a tensão e melhorar a circulação de forma eficaz sem medicação.

O que é enxaqueca?

A enxaqueca afeta mais de 1 bilhão de pessoas em todo o mundo. Eles afetam 18% das mulheres, 6% dos homens e 10% das crianças apenas nos Estados Unidos. A enxaqueca é a terceira doença mais prevalente e a sexta mais incapacitante no mundo. Eles geralmente funcionam em famílias. Mais de 4 milhões de pessoas nos Estados Unidos têm enxaquecas crônicas, o que significa que experimentam 15 ou mais episódios de enxaqueca por mês.

A enxaqueca geralmente é caracterizada por uma dor latejante ou pulsátil. Eles geralmente ocorrem em apenas um lado da cabeça, embora alguns possam sentir em ambos os lados. As enxaquecas costumam ser acompanhadas de náuseas, vômitos, sensibilidade ao olfato ou ao som. Eles podem se sentir pior com exercícios. Algumas pessoas podem sentir distúrbios visuais chamados de aura antes do ataque de enxaqueca. As enxaquecas podem durar de quatro a 72 horas.
Existem várias formas de enxaqueca que você pode experimentar, incluindo as mais comuns, como enxaquecas com e sem aura.

  • Enxaqueca com Aura
    Cerca de um quarto das pessoas com enxaqueca apresentam uma aura antes da enxaqueca. Uma aura é uma série de mudanças visuais e sensoriais que você pode experimentar antes de uma enxaqueca, como pontos pretos, zigue-zagues, pontos brilhantes, luzes piscando, formigamento ou dormência. Uma aura pode durar de 10 a 30 minutos antes da enxaqueca.
  • Enxaqueca sem Aura
    Nem todo mundo experimenta uma aura antes da enxaqueca. Pessoas com enxaqueca sem aura experimentam um tipo de dor pulsante ou latejante e outros sintomas semelhantes aos das pessoas com aura.
  • Enxaqueca sem dor de cabeça
    Algumas pessoas podem ter uma enxaqueca silenciosa ou acéfala. Este tipo de enxaqueca não vem com dor de cabeça, em vez disso, você pode sentir outros sintomas alarmantes, como aura, tontura, distúrbios visuais e náuseas.
  • Enxaqueca hemiplégica
    Esse tipo de enxaqueca pode ser semelhante a um derrame. É caracterizado por uma fraqueza de um lado do corpo, perda de sensibilidade e sensação de “alfinetes e agulhas”.
  • Enxaqueca retiniana
    A enxaqueca retiniana é caracterizada por uma perda temporária da visão em um dos olhos, geralmente junto com uma aura.
  • Enxaqueca Crônica
    Se você tem 15 ou mais dias com enxaqueca por mês, provavelmente tem enxaquecas crônicas. Pessoas com enxaquecas crônicas nem sempre podem ter enxaquecas tão intensas todos os dias e podem confundi-las com tensão ou dor de cabeça nos seios da face.

Sinais e sintomas comuns

As crises de enxaqueca são caracterizadas por vários estágios: pródromo, aura, crises de enxaqueca e pósdromo. Cada estágio tem seus próprios sinais e sintomas. Vamos dar uma olhada nos sinais e sintomas comuns de cada estágio.
Antes de seu ataque de enxaqueca, você pode ter esses sintomas, um ou dois dias antes de a enxaqueca real ocorrer:

  • Constipação
  • Ânsias de comida
  • Rigidez do pescoço
  • Aumento da sede e urina
  • Mudanca de humor
  • Bocejo frequente
  • Aura
  • Algumas pessoas podem sentir distúrbios visuais e sensoriais chamados de aura 20 a 60 minutos antes do ataque de enxaqueca.

Uma aura de enxaqueca pode ser caracterizada por:

  • Sensação de “alfinetes e agulhas” nas pernas ou braços
  • Vendo pontos pretos, pontos brilhantes, flashes de luz e várias formas
  • Perda de visão
  • Ouvindo ruídos
  • Movimentos de empurrão
  • Dormência ou fraqueza em um lado do corpo ou rosto
  • Dificuldade em falar
  • Ataque de enxaqueca


O ataque de enxaqueca em si pode ser caracterizado por:

  • Dor latejante ou pulsante, geralmente em um lado da cabeça, mas às vezes em ambos os lados
  • Sensibilidade à luz, sons e, às vezes, toque ou cheiro também
  • Náusea ou vômito
  • Pós-dromo

Após a crise de enxaqueca, você pode se sentir esgotado ou confuso. Outros ficam em êxtase. O movimento repentino da cabeça pode causar alguma dor breve novamente.

Diferença entre enxaquecas e outras dores de cabeça

Além da enxaqueca, existem vários outros tipos de dores de cabeça que você deve conhecer para compreender o tipo de dor de cabeça que está sentindo. Se você está tendo problemas regularmente, converse com um profissional de saúde apropriado para ver se você tem enxaquecas ou outro tipo de dor de cabeça.

Depois de saber com que tipo de dor de cabeça está lidando, será mais fácil identificar a causa raiz, encontrar alívio e descobrir estratégias preventivas.

  • Dores de cabeça de tensão
    As cefaleias tensionais são uma das formas mais comuns de cefaleia. Eles também são conhecidos como dores de cabeça de estresse. Eles são caracterizados por uma dor surda, pressão ou rigidez geralmente em torno da testa, parte de trás da cabeça ou pescoço. Pode parecer que algo está apertando seu crânio. A cefaléia tensional pode ser de leve a moderada.
  • Dor de cabeça diária crônica
    Se você tem dores de cabeça 15 dias ou mais por mês, pode receber o diagnóstico de Dores de cabeça crônicas diárias. As cefaleias diárias crónicas não são um tipo específico de cefaleia; em vez disso, referem-se à frequência das cefaleias. A maioria das pessoas com Cefaléia Diária Crônica apresenta cefaléia tipo tensional ou enxaqueca, ou ambas.
  • Cefaleia
    As cefaleias em salvas são uma das menos comuns, mas também um dos tipos mais graves de cefaleia. Eles são caracterizados por uma dor intensa em queimação ou lancinante atrás dos olhos. Eles podem ocorrer em grupos dentro de algumas semanas ou meses.
  • Seios da face
    As dores de cabeça dos seios da face são caracterizadas por seios da face inflamados ao redor da testa, bochechas e ponte do nariz. Eles parecem uma pressão e podem estar ocorrendo junto com edema facial, coriza, dor de ouvido ou febre.
  • Síndrome de dor de cabeça mista
    A síndrome da cefaleia mista é uma cefaleia transformada que inclui sintomas mistos de enxaquecas e cefaleias tensionais.
  • Nova cefaleia persistente diária
    Nova cefaleia diária persistente é uma nova cefaleia que se torna estável e persistente após 24 horas e geralmente ocorre sem história de cefaleias. Pode ser semelhante a uma cefaléia tensional ou enxaqueca, mas é contínua.
  • Dores de cabeça de rebote
    As cefaleias de rebote ocorrem devido ao uso excessivo de medicamentos. Quando você está tomando paracetamol, ibuprofeno, aspirina ou outro medicamento sem prescrição para o alívio da dor, você pode notar dores de cabeça mais frequentes e dores de cabeça quando não está tomando o medicamento.
  • Neuralgia trigeminal
    A neuralgia do trigêmeo (TN) é uma condição de dor crônica. Ela afeta o nervo trigêmeo na parte de trás da cabeça, o que estimula o rosto e resulta em forte dor de cabeça e dor facial.

Principais causas de enxaqueca

Há uma variedade de fatores que podem causar enxaquecas, incluindo fatores nutricionais, de estilo de vida e ambientais. Vejamos as principais causas das enxaquecas, uma por uma.

Deficiências nutricionais

Uma das principais causas da enxaqueca são as deficiências nutricionais. As seguintes deficiências nutricionais podem resultar em enxaquecas:

  • Vitamina B2
  • Folato
  • Vitamina D
  • Magnésio

Desidratação

Quando você está suando e ficando desidratado, seu corpo perde líquidos e eletrólitos essenciais de que precisa para funcionar de maneira ideal. Seu cérebro pode se contrair temporariamente devido à perda de líquidos, o que pode resultar em enxaqueca por desidratação ou dor de cabeça. A perda de certos minerais, como o magnésio, por desidratação, também pode causar enxaquecas.

Exposição a fungos e enxaquecas

O mofo é um problema sério na maioria das casas nos Estados Unidos, do qual muitas pessoas desconhecem. O mofo pode estar escondido embaixo da pia, no porão ou em outras partes da casa. A exposição ao mofo em sua casa pode causar alguns sintomas desconfortáveis ​​e graves, incluindo enxaquecas e dores de cabeça.

Infecções virais e enxaquecas

Enxaqueca e dor de cabeça também podem ser o resultado de uma infecção viral, incluindo o vírus da gripe e o rinovírus. Enxaqueca e cefaléia também podem ser decorrentes do vírus Epstein-Barr (EBV) e podem ocorrer durante ou após a mononucleose.

Desequilíbrio hormonal

A enxaqueca também pode ocorrer devido a desequilíbrio hormonal ou flutuação hormonal. Muitas mulheres experimentam enxaquecas antes ou durante o período.

Má postura e subluxação do pescoço

Como um quiroprático, devo enfatizar que a saúde da coluna vertebral é extremamente importante para sua saúde geral, para fornecer força estrutural e estabilidade para seu corpo e para proteger seu sistema nervoso. Desalinhamentos estruturais, subluxações e má postura podem resultar em dores no corpo.

A subluxação do pescoço, danos, estresse e irritação dos nervos geralmente ocorrem na parte superior da coluna cervical devido à má postura, que é uma das causas mais comuns de enxaquecas e dores de cabeça.

Estresse crônico e sono insatisfatório

O estresse crônico e a falta de sono podem colocar seu corpo em um ciclo de fadiga e inflamação. Tanto o estresse crônico quanto a falta de sono podem resultar em sintomas físicos indesejados, incluindo dores de cabeça.

Gatilhos Alimentares Comuns

A enxaqueca geralmente é desencadeada por certos alimentos ou pode ser causada pela sensibilidade a um determinado alimento. Eliminar os gatilhos alimentares comuns pode ajudar a reduzir ou eliminar suas enxaquecas.

Os gatilhos alimentares comuns incluem:

  • Glúten
  • Laticínios
  • Ovos
  • Soja
  • Milho
  • Açúcar
  • Chocolate
  • Aditivos
  • Conservantes
  • Álcool
  • Cafeína

12 estratégias naturais para apoiar enxaquecas

Se você tem enxaquecas regulares, é provável que queira que elas desapareçam. Estou aqui para lhe dizer que é definitivamente possível reduzir ou eliminar seus ataques de enxaqueca naturalmente.

Embora essas estratégias não sejam todas aprovadas pela FDA para prevenir, mitigar, tratar ou curar enxaquecas, elas podem ser extremamente úteis para reduzir a tensão e melhorar a circulação. Muitas dessas estratégias também abordam as deficiências nutricionais subjacentes que podem ser catalisadores para o desenvolvimento de enxaquecas.

Tampão de enxaqueca com gelo

Embora a prevenção seja fundamental para interromper suas enxaquecas para sempre, entendo que o alívio imediato é importante. A pesquisa mostrou que uma bolsa de gelo refrescante pode fornecer alívio eficaz de um ataque de enxaqueca.

Se você tiver um ataque de enxaqueca, a tampa de enxaqueca pode lhe trazer alívio imediato. Ele vem com pacotes de gelo de gel não tóxico de grau de terapia que podem ser aquecidos e resfriados, dependendo de suas necessidades. Com a ajuda de uma faixa ajustável de tensão occipital, ele cria uma compressão perfeita para um alívio rápido da enxaqueca e ajuda você a se recuperar imediatamente.

Dieta Antiinflamatória

A inflamação crônica é a principal causa de todas as doenças e dores crônicas. A inflamação crônica também pode ser uma das principais causas de suas enxaquecas. Comer uma dieta antiinflamatória é essencial para prevenir enxaquecas e melhorar sua saúde geral.

Elimine açúcar refinado, alimentos processados, óleos refinados, ingredientes artificiais, glúten e outros alimentos inflamatórios. Coma uma dieta rica em verduras orgânicas, vegetais, frutas de baixo índice glicêmico, nozes, sementes, carne de alta qualidade alimentada com capim, aves caipiras, peixes selvagens, caça selvagem, manteiga e ghee alimentados com capim e free- ovos de gama.

Coma muitas ervas e especiarias antiinflamatórias, como açafrão, gengibre, canela e alecrim. Você pode aprender mais sobre uma dieta antiinflamatória saudável neste artigo e minhas ervas antiinflamatórias favoritas neste artigo.

Priorizar sono

Não consigo enfatizar o suficiente a importância do sono para o seu bem-estar geral. A privação do sono pode ter consequências graves para a saúde e, de acordo com pesquisas, pode resultar em enxaquecas e dores de cabeça.

De acordo com um estudo que comparou pessoas que dormiam menos de seis horas por noite e pessoas que dormiam mais de seis horas, aquelas que dormiam menos tinham enxaquecas mais frequentes e mais intensas. A pesquisa também mostrou que dormir a quantidade certa é essencial para a prevenção da enxaqueca, sendo de sete a nove horas a quantidade ideal por noite.

Certifique-se de dormir sete a nove horas por noite. Desenvolva um horário regular de sono. Evite comer perto da hora de dormir. Desenvolva uma rotina noturna calmante que o ajude a relaxar e se preparar para uma boa noite de sono. Leia este artigo para obter mais informações sobre como melhorar a qualidade do sono.

Hábitos de respiração profunda e gerenciamento de estresse

A falta de oxigênio no nível celular pode levar a uma variedade de problemas de saúde e dores, incluindo enxaquecas. O estresse crônico é outro fator sério que contribui para a inflamação, a dor crônica e os problemas crônicos de saúde. A falta de hábitos de respiração profunda e altos níveis de estresse podem contribuir para suas enxaquecas.

Recomendo que você pratique exercícios de respiração profunda pelo menos duas a três vezes ao dia. Você pode aprender mais sobre estratégias de respiração profunda neste artigo. Também é importante que você diminua seus níveis de estresse, aprenda estratégias de gerenciamento de estresse e se envolva em atividades relaxantes para reduzir o estresse, como meditação, diário, ioga, tempo na natureza, banhos relaxantes e passar tempo com seus entes queridos.

Melhorar os níveis de magnésio

O magnésio tem sido associado a enxaquecas e dores de cabeça. Pessoas com diabetes, doenças cardíacas e alcoolismo são particularmente propensas a baixos níveis de magnésio, no entanto, devido aos nossos solos empobrecidos, mesmo aqueles que estão tendo uma dieta saudável e rica em nutrientes podem ter baixo teor de magnésio e podem se beneficiar da suplementação de magnésio.

Comer alimentos ricos em magnésio, como carne de alta qualidade, feijão, nozes, sementes, folhas verdes, brócolis e abóbora pode ser ótimo se você tem enxaquecas. No entanto, como mencionado, a comida muitas vezes não é suficiente. A pesquisa mostrou que tomar 200 a 600 mg de magnésio por dia pode reduzir a frequência das crises de enxaqueca.

Eu recomendo banhos regulares de sal Epsom, ricos em magnésio, para aumentar seus níveis de magnésio e acalmar seu corpo ao mesmo tempo. Eu também recomendo tomar um suplemento de magnésio de alta qualidade diariamente para melhorar seus níveis de magnésio e aumentar sua saúde geral.

Quiropraxia

Você não precisa me perguntar duas vezes sobre os benefícios do tratamento quiroprático. É um caminho fantástico sem medicamentos e sem cirurgia para ajudar seu corpo a se curar e se sentir melhor naturalmente. A quiropraxia pode reduzir o estresse oxidativo no corpo, diminuir a inflamação e interromper a dor. Pode ajudá-lo a corrigir sua postura naturalmente, o que é importante, considerando que a má postura pode ser uma das causas subjacentes de suas enxaquecas.

A pesquisa também indica os benefícios do tratamento quiroprático e da manipulação espinhal de enxaquecas e dores de cabeça. Um ajuste de Quiropraxia pode interromper seu ataque de enxaqueca e o tratamento regular de Quiropraxia pode reduzir a frequência de suas enxaquecas ou até mesmo eliminá-las por completo. De acordo com uma revisão qualitativa da literatura de nove estudos sobre os benefícios da quiropraxia em enxaquecas e cefaleias tensionais, os participantes experimentaram benefícios de bons a excelentes e descobriram que a quiropraxia é uma boa opção de tratamento.

Otimize os níveis de hidratação

Como você aprendeu antes, a desidratação pode levar a enxaquecas e outros tipos de dores de cabeça. Você pode ficar desidratado por não beber água suficiente ao longo do dia. Café, bebidas açucaradas e álcool também podem ter um efeito desidratante, deixando você com enxaqueca.

É importante que você se hidrate bem. Beba de 8 a 10 copos de água por dia, ou mais se fizer muito exercício ou se ficar exposto ao sol por muito tempo. Certifique-se de comer também frutas e vegetais hidratantes, como pepino, aipo, pimenta verde, abobrinha, repolho, morango, framboesa, laranja, limão e toranja.

Suplementos do Complexo B

Ter níveis adequados de vitaminas B é extremamente importante para sua saúde geral. As vitaminas B são essenciais para a formação de neurotransmissores, como a serotonina, essenciais para um cérebro saudável, e a deficiência delas pode causar enxaquecas, dores de cabeça, neblina cerebral e fadiga.

Um complexo de vitaminas B inclui oito vitaminas solúveis em água, tiamina, riboflavina, vitamina B6, folato, biotina, ácido pantotênico e vitamina B12, que trabalham juntos para melhorar as células cerebrais, a função imunológica, os níveis de energia, a circulação e a saúde cardiovascular. A pesquisa relacionou as vitaminas B2 e B3 à redução da duração e frequência da enxaqueca, acalmando as dores de cabeça e aumentando o fluxo sanguíneo. A pesquisa também mostrou que tomar um complexo B12 por apenas 12 semanas pode reduzir os níveis de estresse e aumentar o humor, ambos os quais podem estar ligados a enxaquecas.

Eu recomendo fortemente tomar um poderoso complexo de vitaminas B. Vitaminas B podem ajudar a melhorar o açúcar no sangue, apoiar a produção de energia celular, acalmar o sistema nervoso, ajudar na circulação e pressão sanguínea ideais, reduzir a dor, ajudar a densidade óssea e equilíbrio de cálcio, melhorar a flexibilidade das articulações e ligamentos, ajudar no relaxamento muscular e melhorar seu sono .

Procure um com formas pré-ativadas de vitaminas B, como metil-folato, metil-cobalamina (B12), forma de piridoxal-5-fosfato de B6 e forma de riboflavina-5-fosfato de vitamina B2. Os grupos metil estão na forma ativa e serão melhor utilizados pelo corpo.

Exposição ao sol e vitamina D

A deficiência de vitamina D é uma das deficiências mais comuns associadas a várias condições crônicas, incluindo enxaquecas, doenças cardiovasculares, osteoporose, câncer e diabetes. Os níveis ideais de vitamina D são cruciais para sua saúde, no entanto, pode ser um desafio alcançá-los. A maioria das pessoas passa muito tempo dentro de casa ou vive em climas menos ensolarados e mais frios para receber todos os níveis de vitamina D do sol. Nossos solos estão esgotados, por isso é difícil obter vitamina D suficiente de nossos alimentos, o que torna necessária a suplementação. Para atingir níveis adequados de vitamina D, recomendo que você use a combinação de exposição ao sol, alimentos ricos em vitamina D e suplementos. Passe algum tempo ao ar livre para se expor ao sol, enquanto o clima permitir.

Coma alimentos ricos em nutrientes ricos em vitamina D, como salmão, peixe gordo, gema de ovo, fígado de frango ou bovino, manteiga alimentada com capim, queijo cru alimentado com capim e cogumelos. Certifique-se de escolher produtos de origem animal orgânicos, alimentados com capim, caipiras e selvagens.

0 ng / ml. Normalmente, a suplementação com cerca de 1.000 UI por 25 libras de peso corporal irá colocá-lo nessa faixa, no entanto, algumas pessoas absorvem vitamina D melhor do que outras e por isso é importante testar a cada 6 meses ou mais para ver onde estão seus níveis.

Óleos Essenciais Difusos

A difusão de óleos essenciais pode ser uma ideia fantástica para sentir o alívio da enxaqueca devido aos seus efeitos calmantes e entorpecentes. Você também pode usar óleos essenciais de grau terapêutico na pele, colocando algumas gotas nas mãos e esfregando na testa. Você também pode diluí-lo com óleo de coco para obter benefícios de hidratação extras.

Meus dois óleos essenciais favoritos para enxaquecas são hortelã-pimenta e óleo de lavanda. A pesquisa mostrou que o óleo de hortelã-pimenta pode aumentar o fluxo sanguíneo da pele e se adequar às contrações musculares. Tem um efeito refrescante de longa duração na pele e um efeito calmante na inalação. O óleo de lavanda tem um efeito sedativo, calmante e estabilizador de humor. A pesquisa mostrou que inalar óleo de lavanda por apenas 15 minutos pode reduzir os sintomas da enxaqueca de forma eficaz.

Ervas Naturais

Usar ervas naturais pode ser uma maneira maravilhosa de melhorar sua saúde, diminuir a inflamação, prevenir ataques de enxaqueca e reduzir seus sintomas de enxaqueca. Existem quatro ervas que sempre recomendo para meus pacientes com enxaqueca:

Erva-cidreira
A erva-cidreira é um remédio tradicional europeu usado há centenas de anos. É fantástico para promover relaxamento, portanto, pode ajudar a acalmar seus nervos e melhorar suas enxaquecas (28).

Flor da Paixão
A flor da paixão é uma erva maravilhosa que pode melhorar o seu sono, diminuir a pressão arterial, diminuir a inflamação, reduzir a tensão muscular e diminuir a ansiedade. Como resultado, pode reduzir os sintomas da enxaqueca.

Raiz Valeriana
A raiz de valeriana é uma erva calmante maravilhosa que pode induzir um estado de relaxamento, melhorar o sono e diminuir a ansiedade. Esses benefícios também podem ajudá-lo a reduzir seus sintomas de enxaqueca e a frequência de seus ataques de enxaqueca (30)

Solidéu
A calota craniana é uma erva poderosa da família das hortelã. Devido aos seus benefícios calmantes e sedativos, também pode reduzir os sintomas da enxaqueca.

Use óleo CBD

Canabidiol, ou óleo CBD, é um canabinóide não psicoativo encontrado na cannabis que se tornou um dos suplementos mais populares para o alívio da dor e outros benefícios à saúde nos últimos anos. Um de seus principais benefícios é o alívio da enxaqueca.

A planta cannabis tem sido usada por seus benefícios na redução da dor desde 2900 aC. Hoje, o aumento da pesquisa está comprovando os benefícios da planta à saúde. O óleo CBD é uma maneira fantástica de experimentar os benefícios da planta cannabis sem ‘ficar chapado’. Você pode aprender mais sobre os benefícios do óleo CBD neste artigo.

Considerações finais sobre enxaqueca

A enxaqueca não é apenas uma dor de cabeça. Eles são uma forte dor latejante ou pulsante que pode ser acompanhada por náuseas, vômitos, sensibilidade ao olfato ou som e uma aura. Eles afetam 1 bilhão de pessoas em todo o mundo.

Se você está passando por enxaquecas, experimente minhas 12 principais estratégias de suporte natural para ajudar a melhorar sua circulação geral, reduzir a tensão e melhorar sua resposta inflamatória. Para muitos, eles descobrem que apenas aplicar algumas dessas estratégias pode fazer uma grande diferença em sua qualidade de vida.

Se você deseja trabalhar com um treinador de saúde funcional, recomendo este artigo com dicas sobre como encontrar um ótimo treinador. Oferecemos programas de coaching funcional de saúde a longa distância com nossa equipe de classe mundial. Para mais apoio com seus objetivos de saúde, basta entrar em contato e nossos fantásticos treinadores estão aqui para apoiar sua jornada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *