Mastocitose – causas, sintomas e tratamentos

A mastocitose é uma doença em que os mastócitos se acumulam nos tecidos e órgãos internos, como fígado, baço, medula óssea e intestino delgado. Há quatro tipos: indolente, associada a outras doenças hematológicas, agressiva e leucêmica. Principalmente, o distúrbio acontece mais em adultos.

Sintomas comuns de mastocitose

Os sintomas comuns são anemia, dor abdominal, diarreia, vômitos, problemas na coagulação do sangue, prurido e anafilaxia. Além disso pode causar aumento do fígado, baço ou nódulos linfáticos. Outrossim, causa tontura, batimento cardíaco irregular ou anormalmente rápido, dor nos ossos, dor de cabeça e úlceras no estômago e no intestino delgado.

Sistemas corporais prejudicados pela mastocitose

Os sistemas do corpo danificados pela mastocitose são vários, a saber, o tegumentar, digestivo, cardiovascular, circulatório, esquelético, respiratório e nervoso.

Alimentos que previnem o distúrbio

Alimentos bons para os mastócitos são agrião, brotos de ervilha, cebola, alho, moringa, manjericão sagrado, tomilho, estragão, camomila, urtiga, hortelã-pimenta, semente e óleo de cominho preto, galanga, gengibre, raiz de lótus, açafrão, romã, maçãs , alcaparras, mangostins, pêssegos, marmelo, farelo de arroz preto e brotos de feijão mungo.

Tratamentos para mastocitose

A princípio, o tratamento para mastocitose significa tomar medidas para liberação de histamina. Por isso, pacientes com mastocitose devem receber cuidados especiais. Afinal, na mastocitose há de se considerar o seguinte:

  • Meios de contraste, particularmente aqueles que contêm iodo
  • Procedimentos odontológicos e endoscópicos
  • Fatores emocionais, como estresse, ansiedade e falta de sono
  • Doenças infecciosas com febre
  • Drogas farmacêuticas
  • Agentes físicos, como calor e frio, luz solar, mudanças repentinas de temperatura e pressão nas lesões cutâneas
  • Cirurgia
  • Venenos
  • Vacinas

Resumo

A mastocitose é uma enfermidade em que os mastócitos se acumulam nos tecidos e órgãos internos, como fígado, baço, medula óssea e intestino delgado.

A doença causa anemia e coagulopatia, dor abdominal, diarreia, náuseas e vômitos, sintomas de doença do refluxo gastroesofágico (DRGE), prurido e rubor, reação anafilactoide, aumento do fígado, baço ou nódulos linfáticos, tontura, batimento irregular ou anormalmente rápido do coração, dor nos ossos, dor de cabeça e úlceras no estômago e no intestino delgado.

Além disso, a mastocitose prejudica os sistemas tegumentar, digestivo, cardiovascular, circulatório, esquelético, respiratório e nervoso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *