Síndrome da resistência da via aérea superior – causas, sintomas e tratamentos

Síndrome da resistência da via aérea superior – causas, sintomas e tratamentos

A síndrome da resistência da via aérea superior (UARS) está no espectro dos distúrbios respiratórios do sono entre o ronco e a apneia obstrutiva do sono. A UARS se desenvolve quando o ronco leve piora. Envolve turbulência das vias aéreas superiores que se desenvolve como resultado da diminuição do diâmetro das vias aéreas. UARS ocorre como ronco simples que é inofensivo para a maioria das pessoas. O ronco é o som de vibração quando o ar passa pelos tecidos soltos. É também o primeiro sinal que indica uma obstrução no sistema respiratório. Quanto maior a obstrução, maior é a resistência das vias aéreas e mais alto é o ronco.

As causas da UARS são semelhantes às da apneia obstrutiva do sono, como passagem de ar naturalmente estreitada, tecido adiposo solto da garganta colapsando nas vias respiratórias ou a posição da língua (caindo para trás) durante o sono. Também pode ser resultado do envelhecimento ou do ganho de peso. Mulheres grávidas no terceiro trimestre também correm o risco de desenvolver UARS como resultado do ganho de peso.

Efeitos colaterais conhecidos da síndrome de resistência das vias aéreas superiores


Os efeitos colaterais conhecidos da síndrome da resistência das vias aéreas superiores são dificuldade respiratória, sonolência diurna, fadiga e ronco. Se não for tratada, pode resultar em muitas complicações, como distúrbios crônicos do sono como insônia, dificuldade em adormecer e permanecer dormindo, despertares frequentes durante a noite e ganho de peso.

Sistemas corporais prejudicados pela síndrome de resistência das vias aéreas superiores


Os sistemas corporais prejudicados pela síndrome de resistência das vias aéreas superiores são os sistemas nervoso e respiratório.

Lista de alimentos ou nutrientes que previnem a síndrome de resistência da via aérea superior


Alimentos que podem ajudar a prevenir a síndrome de resistência das vias respiratórias superiores e outros problemas de sono incluem nozes, queijo e biscoitos, alface, pretzels, atum, arroz, suco de cereja, cereais, chá de camomila, chá de maracujá, mel, couve e camarão e lagosta.

Tratamentos, planos de gestão para a síndrome da resistência da via aérea superior


As opções de tratamento para a síndrome da resistência das vias aéreas superiores envolvem mudanças de comportamento e estilo de vida. Isso inclui praticar uma boa higiene do sono, priorizar o sono, praticar atividade física suficiente, comer de forma saudável para não ganhar peso, evitar o consumo de álcool e evitar dormir de costas onde a gravidade ajuda a criar obstáculos.


Resumo


A síndrome da resistência da via aérea superior ocorre quando o ronco leve e inofensivo se transforma em um distúrbio possivelmente problemático.

A síndrome da resistência das vias aéreas superiores causa dificuldade respiratória, sonolência diurna, fadiga e ronco.

A síndrome da resistência das vias aéreas superiores pode resultar em muitas complicações, como distúrbios crônicos do sono, como insônia, dificuldade em adormecer e permanecer dormindo, despertares frequentes durante a noite e ganho de peso.

A síndrome da resistência das vias aéreas superiores prejudica os sistemas nervoso e respiratório.

Alimentos que podem ajudar a prevenir a síndrome de resistência das vias aéreas superiores e problemas de sono são nozes, queijo e biscoitos, alface, pretzels, atum, arroz, suco de cereja, cereais, chá de camomila, chá de maracujá, mel, couve e camarão e lagosta.

A síndrome de resistência das vias aéreas superiores pode ser tratada praticando uma boa higiene do sono, priorizando o sono, praticando atividade física suficiente, uma alimentação saudável para evitar o ganho de peso, evitando o consumo de álcool e evitando dormir de costas onde a gravidade ajuda a criar obstruções.

colaborador

Veja Notícias

Outros artigos

O ácido fólico é um problema?

Afinal, o que é ácido fólico?Provavelmente você já ouviu falar sobre o ácido fólico, principalmente se você está tentando engravidar ou já está passando pela gr...

Ler artigo

Fadiga adrenal e testosterona

O que acontece quando você levanta muito peso ou caminha por muito tempo? Seus músculos ficam cansados. Da mesma forma, quando uma glândula endócrina em seu cor...

Ler artigo